Evento CarnaRock Solidário

CarnaRock SOLIDÁRIO no Caverna 128

Organizado por SOCPAM – Sociedade Protetora dos Animais de Maringá

Dia 10 de fevereiro de 2018 – Sábado – das 14:00 às 23:00

Local: Caverna 128 – Av. Herval, 128 – Maringá-PR – Ingressos no local no dia do evento

Detalhes

  • Primeiro CarnaRock Solidário de Maringá
  • Em prol dos animais no abrigo da SOCPAM
  • A partir das 14h no Caverna 128
  • Chope Artesanal de vários estilos
  • Copo do evento por $5,00 e toda a renda será revertida para o abrigo!
  • Blocos de Carnaval
  • Bandas confirmadas até o momento:
    🎵 Pancho and The Blues Gang (Maringá): blues
    🎵 Wood Surfers (Londrina): surf music instrumental
    🎵 Terremotor (Umuarama): surf music instrumental

💰💳 Aceitamos dinheiro e cartao de crédito e débito (Visa, MasterCard, Elo, Hipercard, American Express, e mais)

Evento Pré CarnaRock

PRÉ CarnaRock no Caverna 128

Organizado por SOCPAM – Sociedade Protetora dos Animais de Maringá

Dia 03 de fevereiro de 2018 – Sábado – das 18:00 às 23:00

Local: Caverna 128 – Av. Herval, 128 – Maringá-PR – Ingressos no local no dia do evento

Detalhes

  • Preparação para o primeiro CarnaRock Solidário de Maringá
  • Em prol dos animais no abrigo da SOCPAM
  • A partir das 18h no Caverna 128
  • 🍺 Chope Artesanal de vários estilos
  • ➡ Copo do evento por $5,00 e toda a renda será revertida para o abrigo!
  • Bandas confirmadas até o momento:

🎵 Nausea Bomb: diretamente da FRANÇA, mesclam punk, psychobilly, ska e surf.

💰💳 Aceitamos dinheiro e cartao de crédito e débito (Visa, MasterCard, Elo, Hipercard, American Express, e mais)

A Febre Amarela

Infelizmente, a ignorância humana se supera a cada dia. Até os macacos, que são vítimas da febre amarela assim como nós, sofrem duas vezes porque além de acabarem morrendo por causa da doença também (e eles nem possuem vacina como nós), eles ainda são assassinados por pessoas ignorantes e violentas que desconhecem a febre.

“Os MACACOS NÃO TRANSMITEM a febre amarela, eles também são vítimas da doença. Quem TRANSMITE O VÍRUS SÃO FÊMEAS DE MOSQUITOS que vivem em área de mata. Esses mosquitos, chamados de Haemagogus e Sabethes, precisam se alimentar de sangue para sobreviver e colocar seus ovos. Como costumam viver nas copas das árvores, onde também vivem os macacos, acabam se alimentando do sangue desses animais.” (Diretoria De Vigilância Epidemiológica – SC).

“No ciclo silvestre da febre amarela, os macacos são os principais hospedeiros do vírus, mas os vetores, ou seja, aqueles que carregam o vírus e o transmite, são os mosquitos com hábitos estritamente silvestres, que vivem nas matas.

Durante essa fase do ciclo, o ser humano pode se tornar um hospedeiro acidental, quando ele entra em áreas de mata e é picado pelo mosquito que carrega o vírus. Já no ciclo urbano, ou seja, quando a febre amarela passa a acometer as pessoas, o ser humano é o único hospedeiro. Ou seja, uma pessoa contaminada é picada pelo mosquito Aedes aegypti (sim, ele mesmo!), que pode picar outras pessoas e assim a contaminação pode ganhar proporções enormes.”

Ref.: (http://canaldopet.ig.com.br/colunas/alexandre-rossi/2017-03-18/febre-amarela.html)