Denuncie

A Socpam atende a denúncias de maus tratos a animais, mas precisamos saber quem é a pessoa que vem maltratando o animal, para podermos intervir. Muitas vezes, a denúncia é que há um cão ou gato abandonado, sem dono, e o que a pessoa quer é que recolhamos o animal. Mas como recebemos entre 10 e 15 pedidos como esse por dia, é impossível atender.

Em outros casos, o denunciante diz que a casa está sem moradores mas que o cão ficou lá. Neste caso, precisamos saber quem é que morava lá antes, para podermos conversar com a pessoa.

Denuncie, também, maus tratos a outros animais, como cavalos, pássaros, pombinhas, galos ou outros animais silvestres ou de criação.

Quando a denúncia é contra um vizinho, o denunciante só precisa clicar no botão abaixo, imprimir o “Formulário de Denúncia de maus-tratos” e colocar o mesmo na caixa de correio do infrator, indicando ou realçando, dentre os maus tratos enumerados no documento, aqueles que a pessoa está cometendo, tais como: deixar o animal sem água, com pouca comida, amarrado em corrente curta, no sol, na chuva, etc. Se dentro de 10 dias nada mudar, pode-se imprimir outro Formulárioo e novamente deixar na caixa de correio, escrevendo em cima: 2ª notificação. Caso nada disso surta efeito, então a solução será abrir um inquérito na delegacia, contra o infrator.

Se você presenciou ou é o guardião de um animal que tenha sido objeto de maus tratos por parte de alguém, você só precisa completar os dados no modelo de abertura de Representação_processoblind (pedido de inquérito), fazer duas cópias, protocolar uma na Delegacia de Polícia do Município, acompanhar o andamento do processo e verificar o dia da audiência. Se você é o denunciante, arrume duas testemunhas. Se o processo for aberto em nome da Sociedade Protetora dos Animais de Maringá – SPAM (SOCPAM), se tivermos encampado a causa, você será a testemunha.

Denuncie, contatando-nos através do Socpam, imprima uma cópia do formulário de denúncia, preencha e deixe uma cópia na casa do responsável pelo animal sob maus-tratos. Veja abaixo quais são os principais atos de exploração, abuso e maus-tratos a gatos e cães:

 

 

 

 

 

 

Algumas denúncias menos graves, mas que merecem pelo menos uma orientação ao responsável pelo animal, são: